Tintas

A natureza oferece matéria prima abundante para a produção de tintas. Algumas delas estão em nosso jardim (como as flores e a terra) e acabam passando despercebidas. Ou estão na nossa cozinha: beterraba, repolho roxo, chás variados, cebola, café, açafrão, etc. Pode-se encontrar diferentes materiais de acordo com a época do ano (flores, frutos, folhas e sementes) conforme o ciclo de germinação das plantas. A extração dos pigmentos são obtidos de várias partes: raiz, caule, folhas, flores e frutos.

 

Oficina

A oficina consiste na extração e preparo dos pigmentos naturais. Além da explicação histórica sobre as tintas naturais e as melhores formas de aplicação. Açafrão, urucum, café, carvão, argila, terra, couve, beterraba, casca de cebola, jabuticaba, etc, são alguns dos elementos para obter as colorações. O processo de obtenção é feito por cocção, maceração, infusão, fricção e liquidificação. Após estes processos, é feito a inclusão de aglutinantes e diluentes, quase todos naturais. Dependendo da oficina, todo o material já pode estar pronto, facilitando a pintura do aluno/visitante, que também poderá levar o trabalho final para casa.