Cuidado com a terra​, cuidado com as pessoas e

repartir os excedentes

 

Sou capixaba, disse até logo para Nova Venécia aos 10 anos de idade, quando me mudei para o Rio de Janeiro com meus pais.

Não tenho formação acadêmica em artes. Ela simplesmente surgiu em minha vida e, com o passar do tempo, experiências e dedicação, mais aprendo e me apaixono pelas formas, traços e cores. A inspiração, vem

da natureza, misturada com sentimentos, sonhos e intuição.

 

Ultimamente venho vivenciando a Permacultura. A bioconstrução e as pinturas naturais são conexões ancestrais que ativam a criatividade,

de modo que possamos trabalhar com, e não contra a natureza.

 

 

Linha do tempo do aprendizado e compartilhamento:

 

- Ecovila El Nagual / 2013: Fui voluntário na ecovila por algum tempo, onde pude aprender e aplicar a permacultura na prática, participando de algumas vivências que me reconectaram com a natureza.

 

- Projeto Tibá’wue / 2013: Vivência socioambiental com a etnia Xavante, no Mato Grosso. Construção de casas com bioconstrução e acabamentos com pinturas indígenas. Estudo em sítio arqueológico Xavante com pinturas rupestres.

 

- Oficinas de Pintura Intuitiva com Pigmentos Naturais / 2014: Oficinas facilitadas em espaços públicos e escolas no Rio de Janeiro.

 

- Semana Intuitiva de Pintura com Pigmentos Naturais / 2015:

A convite da Professora Daniela Abreu, da Universidade Federal Tecnológica do Paraná - UTFPR, facilitei 4 oficinas na universidade, para alunos e moradores da região.

 

- Projeto Tons de Verde e Domingo Alternativo - SESC / 2016: Durante o ano de 2016, facilitei diversas oficinas nas unidades do SESC da Tijuca, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Três Rios, Nova Friburgo e Teresópolis.

 

- Projeto Arte da Terra, Pintando o Brasil - Região Norte I / 2017: Facilitação de oficinas em comunidades, museus, universidades, escolas, ecovilas e ongs nos estados de Roraima, Amazonas e Pará.